segunda-feira, 6 de abril de 2009

Amesterdão: Chess Cafe Laurierboom



Por Petter Doggers em Chess Vibes

Se visitares Amesterdão nos próximos tempos, não te esqueças de passar pelo n.º 76 da rua Laurierstraat, em Jordaan, perto da casa de Anne Frank.

Actualmente, é o melhor local para jogar uma partida amigável de xadrez, com uma excelente banda sonora (essencialmente rock e jazz), uma cerveja ao lado do tabuleiro e, sim, ainda é possível aqui: fumar um cigarro.


Aqui fica uma reportagem vídeo sobre o café Laurierboom
[ver site] e sobre o torneio KO a 64 jogadores que lá está a decorrer nesta primavera.

2 comentários:

Ana Vitória disse...

O local parece ótimo!

Só não me agradaria o meu adversário fumando... Mas fazer o que? "Ossos do oficio"!

kamikazeking disse...

Pois é!

Felizmente, hoje em dia as coisas já estão um pouco diferentes.

No último número da revista New in Chess (2009/2) há um artigo sobre a relação entre jogar xadrez e fumar um cigarro. Foi escrito por Genna Sosonko e o titulo foi bem escolhido: "Onde há fumo..." :)

São 8 páginas, desde 1895 (onde Pillsbury fumava até 6 charutos por partida) até ao início do século XXI (onde a maior parte dos GMs mais novos não fumam, com excepção de Grishuck, Bacrot e Wang Yue)...

Uma das partes que achei mais curiosa foi esta:
"It's well known that at Botvinnik's request, Ragozin relentlessy blew smoke at him during training games. And in order to create conditions closest to those of competition, the radio was turned up to full volume during the games (...). After such a sofetning-up by artillery Botvinnik wasn't afraid of any smoker, and the noise of the public must have seemed like a siren song".

:)

Aqui sim, eram mesmo ossos do ofício =D